domingo, 30 de novembro de 2014

Vitória

Tudo é derrota
Tudo é terramoto
Batota orquestrada em destinos
Vitória eu perco
Vitória, eu noto
Inconquistas no teu olhar
Sangue no teu chorar
Vitória és minha
O teu leito o meu penar

Sem comentários:

Enviar um comentário